Como Fazer Uma Petição Inicial

Entender como fazer uma petição inicial pode ser bastante complicado, mas somente porque você não sabia sobre a técnica que irei falar até o final desta matéria.

O número de processos judiciários crescem cada vez mais  no Brasil, sendo assim é comum advogados terem uma rotina de trabalho apertada, tendo que se desdobrar para conseguir efetuar o trabalho burocrático e processual.

Em muitos casos, perde-se um tempo valioso na execução de petições, sejam elas na área trabalhistas, criminais ou outras. Por isso, é necessário ficar atento à melhor maneira de otimizar a rotina do dia a dia.

A iniciativa de iniciar um processo é da parte e acontece através do protocolo da petição inicial. Este documento é uma parte essencial, pois sem ele não há processo.

Veja as 3 dicas de como fazer uma petição inicial:

como fazer uma petição inicial

seta para comprar o método com os 427 modelos de petições

botão sim eu quero o método com os 427 modelos de petições

1. A primeira coisa é definir a sua estratégia

O jogo processual se inicia bem antes da petição inicial.

Ele se inicia lá na parte de elaboração de estratégias.

Para criar as estratégias será necessário que os fatos que deram origem ao contenda estejam bem detalhados e especificados e lembre-se que você não pode esquecer de nenhum detalhe.

Inclusive, dê sempre bastante valor aos mínimos detalhes. Por muitas vezes, os pequenos ocorridos que é geram grandes consequências.

Ser determinado e detalhista para ter o máximo de informações possíveis de forma clara é o grande segredo para se começar um processo.

Para que você consiga esta proeza, será necessário solicitar os documentos mais importantes e sempre faça o máximo de reuniões possíveis.

Quando você tem os fatos detalhados e bem definidos, chegou o grande momento de estudar o caso.

Ter uma boa base de conhecimento sobre o assunto, vai facilitar muito o seu trabalho.

Sempre que você tiver o domínio dos pontos fracos e dos pontos fortes do direito do seu cliente, será sempre de grande valia para que possa ser traçada a estratégia processual mais completa e adequada.

Depois que tiver a estratégia definida, agora é só partir para o abraço, pois você já sabe como fazer uma petição inicial, não todo o processo, mas pelo menos por onde começar.

2. Narre a história do seu cliente

Um fato é que advogados não sabem escrever.

Não estou querendo falar da gramática, estou falando da verdadeira arte que é “escrever”.

Se compararmos advogados com grandes escritores, veremos que não existe uma comparação legítima, por quê simplesmente não há competição.

É o mesmo que comprar a mordida de um coelho com a de um Pit Bull.

Para ser um bom advogado, você tem que prender a atenção do juiz.

Não tem muito valor, você conhecer todo o direito do seu cliente se você não consegue passá-lo para o papel e muito menos criar uma história que envolva.

Uma forma de contar os fatos de maneira confusa, com frases ruins e falta de conexão com as ideias, só irão dificultar o entendimento do caso e isso pode ser o fim.

No entanto, outro dia eu estava lendo uma matéria e me deparei com 3 dicas essenciais e vou tentar mostrá-las agora para você.

A primeira é: leia bastante, a leitura pode lhe ajudar profundamente a conseguir conectar as ideias e fazer a história do seu cliente mais notada.

É um ótimo treinamento para o cérebro, melhora profundamente seu vocabulário e ajuda muito na criação da história.

A segunda dica é: Não complique um texto que poderia ter sido resumido, não adianta por exemplo você fazer 40 laudas se 15 já bastaria.

Repetir frases com outras palavras não é nada bacana, o magistrado sempre preferirá laudas menores do que as maiores.

Lembre-se de escrever somente o necessário, nada demais, nada de menos.

Agora vamos para nossa última dica, ela é a melhor de todas e vai ser um divisor de águas para você.

3. Como fazer uma Petição Inicial, mesmo que Você não saiba por onde Começar!

A possibilidade de receber o arquivos com modelos de petições pode te auxiliar e muito, isso vai ser uma mão na roda quando você decidir fazer os trabalhos em seu escritório.

Esse vai ser um processo de fazer petições muito mais simples, dessa forma você vai inclusive conseguir atender mais clientes.

Estou falando do 427 Modelos de Petições do Novo CPC, nele você terá a chance de ter os melhores modelos de petições, podendo diminuir o seu trabalho, somente editando esses documentos.

No método 427 Modelos de Petições do Novo CPC, você terá um material incluído com 427 novos modelos de petições do novo CPC e outras 18 mil peças de direito, você tem acesso outros quatro arquivos muito úteis para a execução irrepreensível de sua função.

Veja neste exato momento como conseguir receber os 427 Modelos de Petições do Novo CPC e mais 18.000 peças de múltiplas áreas do direito 100% prontas, atualizadas e 100% editáveis.

Clique no botão logo abaixo e garanta agora as suas petições prontas e tenha em mãos tudo o que você precisa para entender como fazer uma petição inicial.

como fazer petição

seta para comprar o método com os 427 modelos de petições

botão sim eu quero o método com os 427 modelos de petições

Este material foi produzido pelo grande Ricardo Artur Hutzelmann e é 100% digital.

O cara tem vários anos de experiência na área jurídica e é reconhecido em todo o Brasil.

Assim que o seu pagamento for aprovado, você receberá via e-mail todo o material para fazer download de forma imediata.

Além disso ainda você receberá bônus únicos, para facilitar ainda mais o seu trabalho.

Clique no botão agora, logo abaixo, escolha em quantas vezes quer parcelar e tire a total dificuldade de como fazer uma petição inicial da sua vida.

ganhar dinheiro fazendo mais petições iniciais

seta para comprar o método com os 427 modelos de petições
botão sim eu quero o método com os 427 modelos de petições
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (765 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...